O campus do Instituto Federal Tecnológico do Sul de Minas (IFSULDEMINAS) começou a funcionar esta semana. Cerca de 300 alunos dos cursos técnicos em Informática, Administração, Edificações e Segurança do trabalho passaram a ter aulas na sede pedagógica da instituição em Pouso Alegre. A construção de 5,5 mil metros quadrados em uma área de 18 mil metros resultou de um investimento de R$ 6,5 milhões. Outros R$ 4,3 milhões devem ser investidos na segunda e terceira fases do projeto, que prevê a ampliação das instalações no próximo ano.

O prefeito Agnaldo Perugini visitou o campus do Instituto no final da tarde desta quarta-feira (14). “Desde que anunciamos a vinda do ensino federal para Pouso Alegre, em 2009, os pouso-alegrenses aguardam com ansiedade o início do funcionamento do prédio do campus. Essas instalações marcam um novo tempo para o ensino do município. Um tempo de mais oportunidades, prosperidade e conhecimento”, avalia o prefeito.

Ampla, a estrutura do Instituto Federal em Pouso Alegre permite oferecer cursos técnicos e superiores, de longa e curta duração, presencial ou à distância. São 12 salas de aulas, quatro laboratórios de informática, cinco de química e um de física, além de uma biblioteca com 200 metros quadrados divididos em dois andares. Os alunos ainda terão um refeitório e o serviço de cantina. Estão em fase de conclusão o auditório que comportará 200 pessoas, o teatro de arena, o ginásio e toda a parte paisagística do prédio.

Além de abrigar o campus, Pouso Alegre sedia a reitoria do IF desde 2010 em local provisório, a sede definitiva está em construção na Avenida Vicente Simões. A vinda da instituição para a cidade faz parte do Plano de Expansão da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica, ligada ao Ministério da Educação, mas envolveu também uma intensa articulação política. Na linha de frente dela, o prefeito Agnaldo Perugini e o deputado federal Odair Cunha. “Com tudo que representa Pouso Alegre no cenário político e econômico da região, o IF estar sediado na cidade com sua reitoria e com o Campus fortalece a própria instituição e cria o ciclo virtuoso que une desenvolvimento econômico e conhecimento para fazer justiça social”, considera o deputado.

O prefeito Agnaldo Perugini observa que o Instituto será uma importante ferramenta para formar os profissionais qualificados de que o município tanto necessita. “Vivemos a maior expansão industrial da história de Pouso Alegre. Mas não basta atrair investimentos para a cidade, precisamos dar as condições para que nossos moradores se qualifiquem e tirem o melhor proveito possível das oportunidades que surgem no horizonte”, projeta. De acordo com o prefeito, a aproximação entre a rede municipal de ensino e a área de desenvolvimento econômico, especialmente dos trabalhos ligados à formação de mão-de-obra qualificada, manterão relações estreitas com o instituto.

Cursos

Atualmente o Campus Pouso Alegre oferece cinco cursos técnicos nas áreas de Informática, Administração, Edificações, Segurança do Trabalho e Química. Além destes, são oferecidos cursos que integram o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) nas áreas de Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Pessoal, Assistente de Planejamento e Controle de Produção, Cadista para a Construção Civil, Agricultor Familiar, Bovinocultor de Corte, Auxiliar de Biblioteca e Cuidador de Idosos. Além de quatro cursos à distância: Secretaria Escolar, Serviços Públicos, Administração e Transações Imobiliárias.

A partir de 2014, o ensino superior entra na grade da instituição com os cursos de Engenharia Civil e Engenharia Química.  Também está na programação do IF de Pouso Alegre a adesão ao programa de qualificação do governo federal ‘Mulheres Mil’, voltado para pessoas em estado de vulnerabilidade social.